Conquistando O Professor De Piano

Conquistando o professor de piano

Olá, meu nome é Laís, sou alta, magrinha, seios médios, cabelos não muito longos cacheados. Estou estudando música e tenho aulas particulares de piano uma vez por semana em minha casa.

Meu professor é o Rafael, mais ou menos da minha altura, moreno, um rosto com traços leves, perfeito! Ele é bem jovem para ser meu professor, não temos uma grande diferença de idade.

Acontece que eu sempre tive uma queda por ele, mas se eu mostrasse que estava a fim e ele não correspondesse eu ficaria sem graça de continuar com as aulas, portanto queria deixá-lo de lado. Mas meu desejo continuou crescendo. Depois das aulas, quando ele ia embora eu ficava fantasiando, lembrando dos seus olhos penetrantes me encarando enquanto ele falava, imaginando aquelas mãos flutuantes ao piano como se me tocassem por todo o meu corpo, sua voz sexy dizendo meu nome. E então eu me masturbava, acariciando todo o meu corpo desejando muito que ele estivesse ali. Chamava seu nome várias vezes até gozar. Desde então comecei a jogar olhares mais sedutores pra ele, mas não queria ser eu a quem tomar a iniciativa. Ele sempre sorria como quem sabia o que eu queria, mas não fazia nada. Comecei a perder a paciência. Já não suportava mais tê-lo apenas nos meus pensamentos.

Certo dia, quando ele estava aqui como de costume para a nossa aula, eu disse que estava com uma dúvida de teoria, então nos sentamos no sofá. Como aquilo tudo foi premeditado, eu escolhi vestir uma blusinha regata branca com um decote que não era de todo revelador, porém proporcionava uma visão maravilhosa dos meus seios, principalmente quando propositalmente eu coloquei meu caderno sobre o colo dele e abaixei o tronco para indicar a dúvida em questão. Reparei que ele estava olhando, exatamente como eu queria. Ele permaneceu quieto. Minha mão direita, que estava apoiada no caderno enquanto eu falava a duvida, foi deslizando discretamente até ficar apoiada na coxa dele, que logo pareceu desconfiado. Parei de falar e permanecemos os dois em silêncio nos encarando. Passei a deslizar a mão em direção ao seu pênis, mas antes que chegasse, ele a segurou. Eu podia perceber em seu olhar a preocupação por sermos aluna e professor. Forcei um pouco e consegui soltar a mão dele para finalmente tocá-lo. Ele estava ficando duro…eu comecei a acariciá-lo por cima da calça mesmo. Que delícia era sentir aquele pau endurecendo na minha mão. Nesse momento ele começou a apalpar minha coxa, apertando-a com força. Eu estava extremamente excitada, aí começamos a no beijar, os beijos cada vez mais quentes…eu agarrava sua cabeça, beijava, mordia seus lábios, lambia seu rosto, queria devorá-lo! Enquanto isso ele apertava meus seios, esfregava as mãos por todo o meus corpo, querendo explorá-lo por completo. Suas mãos entraram por debaixo da minha blusa, tocando por fim a minha pele e foram subindo, despindo-me. Ele apreciava meus seios, acariciava um enquanto chupava o outro. Eu gemia de prazer, acariciava sua cabeça, depois fui tentando abrir o zíper de sua calça. Ele se afastou, tirou a blusa e a calça, mas a cueca eu é quem tirei..beeem devagarzinho para enlouquecê-lo. Peguei firme em seu pênis, olhei nos seus olhos e dei a primeira lambida com vontade…ele deu uma gemidinha e eu sorri, depois comecei a lamber todo aquele pau e as bolas, aí pus ele todo na boca fazendo movimentos vai-e-vem. Eu enfiava na boca até ele chegar no fundo da minha garganta, queria engoli-lo! Aí foi ele quem veio, tirou minha calça e a calcinha e caiu de boca. Segurava minha coxa e chupava minha buceta…e que liguona! Gozei!! Já não aguentávamos mais de excitação. Peguei uma camisinha estratégicamente deixada ali do lado para este momento, ele deitou de costas e eu fiquei por cima. Peguei aquele pau maravilhoso e enfiei lentamente para dentro…sentei…e comecei a cavalgar. Ele pegava meus peitos, nós nos beijávamos e eu continuava cavalgando, rebolava, requebrava, fazia mil movimentos, gritava de prazer, sentindo aquele homem que eu tanto desejei finalmente dentro de mim, logo gozei de novo. Trocamos de posição…eu fiquei de quatro e ele me comeu por trás, segurando meus quadris e puxando-os para si com força. Depois ele me pôs deitada e fizemos papai e mamãe, nos abraçávamos, nós beijávamos e gemíamos, até que finalmente gozamos juntos. Permanecemos abraçados por um tempo, ficamos conversando, rindo. Depois nos vestimos, almoçamos juntos e ele teve que ir embora, pois tinha mais aulas à tarde. Desde então, quando ele vem aqui, nós temos a aula normalmente, mas depoooiis da aula….(rs)

Espero que tenham gostado.

Contos relacionados

Comendo A Prima E A "amiga"

Comendo a prima e a "amiga" Olá, neste conto irei usar nomes fictícios. Meu nome é Carlos, tenho 20 anos, 1,80 m de altura, 90 kg, sou moreno, cabelo curto, faço musculação e pratico esportes, tenho o corpo sarado e um pau de 21 x 6 cm. Tudo...

O Estagiario

 - Meu nome é Lauren(ficticio) tenho 24 anos, moro sozinha, sou morena de olhos azuis, cabelos cacheados com mechas vermelhas. Bom em um dia de visita a minha ginecologista a secretaria dia que a Dr.Fernanda não iria pois estava doente, mas perguntou se eu...

Minhas Garotas

Minhas Garotas Eu sempre vivi às custas das mulheres. Comecei com a minha. Ela ocupa um bom cargo num grande banco, ganha muito bem, e eu de vez em quando, trabalho como corretor. Trabalho bem pouco na verdade, porque a vida é muito boa para que...

Fudendo Em Casa!!!

Na agitação de sábado à noite eu e meu namorado Celso fomos à boate da cidade para curtimos um pouco as férias dele, arrumei todo meu visual pra aquela noite que prometia muita badalação. Como combinado, as 23:00 horas, Celso passou em minha casa...

Minha Mulher, Eu E Nosso Amigo ( Real )

Somos um casal de 50 anos, sempre desejei ver minha mulher com outro, mas ela nunca aceitava. Certa vez conversando com um velho amigo por telefone, ele me contava que estava vivendo um momento difícil, sem mulher, sem grana, havia vendido o carro prá pagar...

Minha Mulher E O Pedreiro

Somos um casal na casa dos 50 anos, sempre tive a fantasia de ver minha mulher dando prá outro. Nossa empregada é casada com um nordestino que faz serviços de pedreiro e pintura. Ele fez alguns serviços de colocação de piso em casa e sugeri pra minha...



contos eróticos escolaconto erotico gravidadei o cucontos de sexo em familiacontos de sexosconto erotico com negaocontos eroticos excitantescasais eróticoscontos eroticos de mulher casadacontoerotivocontos eroticos punhetaconto erotico metrocontos eróticos lesbicoscasadocontoseroticoscontos eróticos com a tiadei pro amigo do meu maridocontos eroticos de incesto mae e filhocontos textoncontos de insestosconto de sacanagemcontos eróticos lésbicascontoeeoticocontos sexo incestocomi minha filha contoscontos de incesto entre mae e filhosites de contos eróticoscontos erotico maeporno incesto contosconto erotico lesbicoconto erotico namoradacontos eroticos carnavalconto erotico trabalhocontos eroticos verídicoscontos de sexo em familiaconto sadowww.contos eroticoscontos eroticos de masturbacaocontos eroticos campinasconto erotico irmacontos exibicionistasconto eróticasogra contocontos eróticos lésbicascontos eroticos da vida realcontos de trepadascontos eroticos pai com filhacontos sroticoscontos de incestcornos contosmelhor site de contos eroticosdei o cu e gosteicontos eróticos de mulheres casadasconto erotico encoxadacontos eroticos padrecontoerotococontos eroticos de incestoconto eroticoadando pro meu cunhadoconto erotico amigocontos ercontos eroticos com tiascontos eróticos lésbicascontos eroticos masturbaçãocontos tia safadaconto erótico românticocontos eroticodconto erotico dentistacontos erotico incestocontos straponconto erotico massagemcontos eróticos namoradosconto erotico princcontos eroticos scatcontos eroticos sexo no onibuscomi minha irma contos eroticosdei o cuincestocontosconto erotico na praiadei o cu e gosteicontos incesto realcontos eroticos de incestoscontorotico