Luci Jacarei

LUCI JACAREI

Ola, meu nome é Luci, morena, casada, e mãe de três filhos todos já adultos e formados. Sou evangélica, moro na cidade de Jacareí-Sp. Sou até certo ponto uma mulher comum: Dona de casa, mãe. Uma mulher simples. Tenho uma boa vida com meu marido que é mais velho que eu 11 anos.

Uma coisa curiosa aconteceu comigo: Sempre fui tranqüila em relação ao meu casamento, mesmo enfrentando algumas crises. Mas, na igreja que freqüento conheci um rapaz, não vou mencionar o nome mas vou chamá-lo de Cara. Sempre o trato assim quando nos falamos.

Depois de um certo tempo ele me confessou que estava apaixonado por minha filha, dei o maior apoio pois gostava muito dele. Uma pessoa nota dez! Mas eu sabia que esse interesse não acabaria dando certo. Minha filha tinha outras intenções.

Papo vai, papo vem, nos tornamos bons amigos. Até de mais. Nos adicionamos no msn, e aí a coisa começou, tomou outro rumo. Entre uma pergunta aqui, e uma brincadeirinha ali, percebi que eu estava interessada por ele, e deixei que ele percebesse. Foi a maior burrisse. Me envolvi com o Cara. Até então nunca havia traído meu marido, mas, percebi que não sou de ferro e vacilei.

Depois de vários convites acabei indo à casa do Cara. Confesso que toda aquela conversa dele me convidando despertou em mim um tesão que eu nem sabia que tinha. Quando cheguei à sua casa o nervosismo e o tesão estavam todos misturados. Eu sentia minha xana molhada dentro da calcinha. Nem bem cheguei ele já tascou um beijo em minha boca que me deixou de pernas bambas. Que beijo gostoso! Me esforcei o máximo que pude para não transar com o Cara, mas de nada adiantou; Fomos aos finalmentes.

No quarto do Cara eu já estava totalmente entregue: Meus peitos estavam para fora da camisa, minha calça estava com o zíper arriado, o que deixou fácil para o Cara descer minhas calças até os joelhos. O Cara sabia tocar meu corpo que estava em brasa. Quando seus dedos encontraram minha buceta molhada, ele não perdeu tempo e com carinho introduziu logo dois dedos em minha xana, fazendo movimentos de vai e vem. Ele mamava meus seios fazendo meus bicos arderem e se enrrigesserem.

Não satisfeito com isso tudo, ele terminou de tirar minhas calças, e fez algo que a muito eu não recebia; Levantou minhas pernas fazendo com que minha buceta e meu ãnus ficassem à mostra. Abaixou-se em minha frente, e com a cabeça fez um movimento que entendi que estava sentindo o cheiro do meu sexo. Deslizou as mãos pelas minhas coxas chegando até minha buceta e bunda, e separou a ambos com os dedos. Minha xana estava escancarada bem na cara do Cara. Ele lambeu os próprios lábios e disse: Esse é meu presente pra você! E sem que eu esboçasse reação, senti sua língua entrar de uma só vez para dentro da minha buceta. O prazer explodiu pelo meu corpo nu! O Cara chupava minha buceta como se fosse uma manga madura, ele sentia todo meu gozo e mesmo assim não parava de sugar, de lamber. Num determinado momento, cheio de toda malícia e depravação, ele pediu que eu me masturbasse; Eu obedeci. Nesse momento ele desceu a boca para meu ãnus e me devorou vorazmente enfiando sua língua maligna dentro de mim. Ficamos assim por minutos.

Notei que ele me queria de quatro e deixei rolar. Acreditem: meu cú era virgem até aquele dia. Quando o Cara me viu de quatro em sua cama, pediu que eu arregassasse e empinasse a bunda, e mais uma vez obedeci. Eu sabia o que estava para acontecer; Eu seria sodomizada naquela tarde. Depois de muito socar minha buceta com um pau delicioso. Ele forçou meu cú com seu pau. Disse a ele que não fizesse aquilo mas já era tarde de mais. Cedi todo meu corpo para saciar nossos desejos. O Cara penetrou meu ãnus com cuidado e carinho. De joelho em sua cama coloquei minhas mãos nas paredes do quarto fazendo com que minha bunda ficasse numa posição ideal. Ele entendeu que deveria me arrombar, e de fato me arrombou como se eu fosse uma puta cheia de desejos perversos. Ele sodomizou uma mulher casada, mãe, uma mulher séria. Eu estava gemendo e me sentido mulher, me sentindo uma mulher desejada por um garanhão incontrolável. Meu cú estava sendo comido e deflorado. Aquele pau enorme estava me fazendo melar toda. Eu estava deixando de ser apenas uma mulher para ser uma puta, uma cadela, uma ordinária. Mas eu estava apaixonada por tudo aquilo. Os gemidos daquele homem me devoravam e eu transpirava pelo corpo todo.

Comecei a sentir que ele iria gozar e me preparei para receber todo seu gozo em meu cú. O Cara socou despejando em mim toda sua porra me fazendo sentir aquele líquido quente escorrendo pelo rego da minha bunda e descendo pelo pelo delicados da minha xana.

Logo contarei a vocês outro enocontro com esse Cara que me convenceu a transar com ele, e mais um amigo. Beijos a vocês todos.

Contos relacionados

Acabei Traindo Em Viagem Com Meu Patrão

Acabei traindo sem esperar com meu patrão tags: Uma viagem a trabalho, depois de muitas outras , essa participação em um feira complicou tudo, veja no que resultou! Esse conto possui 423 visita(s). Eu acabei traindo depois de muitas viagens a trabalho. Meu...

Por Acaso Aconteceu

POR ACASO ACONTECEU Sempre li esses contos e comparando com a realidade uns achei bem interessantes e outros de uma imaginação incrivelmente fértil e se realmente aconteceram ou não sei, acredito que sim, quem sabe, mas isso é uma opinião...

Perdi Aposta E Virei Escravo Da Dela

Por esses dias atrás, cheguei na minha mesa, na secretaria de saúde onde trabalho e vi um bilhete de baixo do meu teclado, era da minha chefe Ronilde dizendo: - Escravo inútil! Quero você hoje na minha sala as 18:10 da tarde, entendeu!! Você vai...

Me Vinguei E Ainda Gozei

Me vinguei...e gozei  Me chamo Mauricio e sou de Blumenau-SC. Antes descrever minha  vingança acredito que vocês devam conhecer o motivo dela. Minha família sempre foi unida e bem vista pela sociedade até descobrimos que meu pai,que era...

Anal E Oral

Fui treinado para duas funções no sexo. Comer o rabo, de mulher e de homem, e ser chupado. Talvez seja consequência de uma de minhas primeiras namoradas, a Taís. Ela sempre quis casar virgem, e, por isso, fazia estripulias de todo jeito, preservando o...

Comendo a Prima Gostosa

Comendo a prima gostosa Estava eu e minha prima assistindo TV na casa de minha avó quando minha avó nos chama pedindo para que eu e minha prima vá na casa de minha prima para buscar uma panela grande para a galinhada da noite, minha prima tinha 18 anos...


Online porn video at mobile phone


conto erotico lésbicoconto erotico putariacontos fetichescontos eroticos com a empregadaconto erotico priminhacontos eróticos 2019conto erotico titiocontos porno cornocontos eróticos na escolacasa dos contos eroontos erotioscontos eróticascontos eroticos entre irmaosrelatos incestosendo encoxadacontos tiacontos sroticosconto erotico encoxadacontos eróticos proibidocontos de empregadassuruba contoconto eróticaconto punhetacontos eroticos de pai e filhacontos eróticos tiaconto sadocontos de sadomasoquismocontosercomi minha filha contoscontos eróticos virgemhistória eróticoscontos eroticos insestosdando pro meu cunhadocontos eroticos com irmaocontos reais de incestocontos eroticos cavalocontos eroticos proibidocontos bondageconto erotico putariacontos eroticos cornosconto erotico no carrocontos eroticos minha primeira vezdei pro meu cunhadocontos eroticos padreshistorias de insestocontos eroticos siriricacontos eroticos hospitalconto erótico cunhadalesbica no onibuscontos eróticos namoradoscontos eroticos tremcontos de pai comendo filhacontos de trepadascontos eroticos lebicascontos eroticos pai e filhacontos eroticos de exibicionismocontos exibicionistarelatos incestoscontos eroticos bizarroscontos eroticos pedreiroscontos de incesto entre irmãoscontos eroticos pai e filha novinhacontos eroticos meu cunhadoconto incesto realmenage contosincestocontoscontos insestocontoincestocontos eroticos pai comendo filhacontos eroticos de sadomasoquismoconto erotico com padrastoconto erotico de cornocontos eroticos esposa safadaconto erotico sadocontos eroticos carnavalmarido voyercontos eroticos japonesacontos eroticos de mulher casadacontos eróticos namorados