Minhta Tara (2)

O sabor de sentir tesão por compartilhar a minha mulher com outrem surgiu como o relatado no primeiro conto ?Minha Tara (1)?. E tal tesão foi crescendo quando descobri também que ao contar a ela três dias depois o sucedido, estando nós deitados à noite, a sua reação foi me beijar e cobrar o por que não a acordara e dividira com ela a reação que sentira pois gostaria de ter gozado junto comigo aquele momento. Claro que isto foi para mim uma bela surpresa. Não pelo fato de até aquele momento termos sido conservadores, não. Já tínhamos assistidos filmes e fitas picantes e já tínhamos demonstrado a um e outro, interesses em variações. Mas nunca ostensivas, é claro. Fato é que aquela novidade nos apimentou e quando ela perguntou quando haveria outra oportunidade como aquela vivida três dias antes eu lhe respondera prontamente que seria naquele instante. Tal sugerido, tal feito. Levantamo-nos, ela colocou um vestidinho mais curto, fomos para o carro e, naturalmente tive que procurar por um posto mais distante de casa que tivesse um frentista masculino que satisfizesse nossa fantasia. Ela mesma escolheu o frentista. Deitou-se como o combinado e fazendo-se de dorminhoca repeti os mesmos gestos de sair do carro à loja de conveniência. Tinha eu deixado a luz interna do carro ligada para que a visão de fora fosse mais aproveitada. E de longe verifiquei que agora somente um solitário frentista aproveitava o panorama perturbador da bunda de minha mulher com um fino fio dental. Terminado o abastecimento me aproximei e fingindo prestar a atenção ao registro do cartão na máquina de pagamento, pude perceber a mão trêmula do rapaz ao tempo que notei um volume avantajado entre suas pernas. Dei partida no veículo e minha mulher pode ouvir de mim o meu relato. Ficou animadíssima quando lhe falei da reação do rapaz, trêmulo e ereto. Ela, ao perceber o barulho da bomba abastecendo e imaginando ser observada ficara toda molhadinha. Fizemos amor como nunca dantes quando em casa chegamos. Foi um dos gozos mais retumbantes que tivemos até então em 15 anos de casados. E isto não passou despercebido por nós ambos. Muita água ainda ia rolar doravante.

Contos relacionados

Prazer Com Professor

Prazer com Professor Olá. Vou me identificar somente como G. Eu tenho 19 anos,olhos castanhos, cabelos castanhos compridos até a cintura, 1,69 de altura, pele branca, tenho pernas grossas, bunda empinada e seios médios rosados. Vou começar...

Foda De Intercambio

Foda de Intercambio Bom pessoal. Aos que ainda não me conhecem: Sou o Luca, e aqui estou novamente para compartilhar mais uma experiência vivida por mim. Depois de varias pessoas me adicionar no MSN, fui questionado de onde vinha tanta...

Comi A Coroa Carente

Comi a coroa carente Olá!!este é meu segundo conto, e vou contar minha segunda experiência sexual. O conto é real, os nomes são reais não tenho pq esconder... Não sou super em nada, sou um cara bem comum que passo despercebido na...

Massagem na irmã gostosa

Nem sei como começar este conto! Tudo começou quando eu fiquei desempregado, morava em um cidadezinha no interior de São Paulo, quando a empresa em que eu trabalhava veio a fechar as portas depois da crise financeira de 1998 que assolou o país. Resolvi...

Madrinha Um Anal Para não Esquecer

Estava fazendo 25 anos quando a minha madrinha, que não via desde dos 8, apareceu toda sorridente com um presente nas mãos. Ela tem 65 anos, mas aparenta menos, bem cuidada, soube depois, viúva a 2 anos.Colocamos o papo em dia e, de repente me fez um...

Amante Fixa, Do Sobrinho

Meu nome é Thayna, tenho 35 anos três filhos, casada. Casei-me com apenas dezoito anos. Sou de uma família evangélica muito tradicionalista. Tinha sonhos, desejos, tesão que são incompatíveis com o que minha mãe, meu pai, a família e a igreja prega e...



contos eroticos 2019contos eroticos sexo no onibuscontos eroticos -conto de sacanagemcontos eróticos na escolacontos sadocontos eroticos pai comendo filhacontos eróticos de incestoclube do cornocontos eroticos de mulher casadacontos eróticos exibicionismocontos eroticos de incestoscontos eróticos de surubaconto erotico metrohistorias reais de cornosacervodecontoscontos eróticos na praiacontos negaocontos porno cornoacervo dos contosconto erotico insestoconto erotico sogroincesto casa dos contoscontos eróticos de lésbicascontos eroticos de amorcontos eroticos de casadascontos eroticos tio e sobrinhamelhor conto eroticocontos eroticos mulhercontos erotico maeconto eroticoacontos er´ticoscontos de sexo brutalirma contos eroticoscontos irmãcontos porno reaiscontos eroticos curtocontos eróticos curtoscontos de inversãocontos eroticos na academiacasa dos contos eriticoscontos eroticos bem dotadoconto erotico no carrocontos de sexo com a sogracontos eroticos pai comendo filhacontos eroicoscontos eroticos swingconto erotico comi minha filhaesposa safada contosirma contos eroticoscontos de incesto reaiscontos eroticos com tiascontos eroticos de mae e filhoconto tiaconto erotico gay realcontos de masturbacaoencoxadas no metrôcontos reais incestocontos er´ticoscontos de swingcomi minha filha contoscontos eróticos de incestoscontos eroticos casa dos contoscontos eroticos campinascontos erotoencoxada no busaoconto pornorcontos de incestos reaiscontos exibicionistacontos eroticos na academiaconto eróticacontos eroticos acampamentoos melhores contos eróticoscontos eroticos com filhacontos de sexo eroticocontos encoxadasconto erotico casa dos contosconto eróticacontoeróticofetiches eroticosseduzindo a vizinhacontos de putaria