A Minha Amiga Marion De Nova Iorque...

A minha amiga Marion de Nova Iorque…

O meu nome é Nuno e vou contar uma história durante visita de uma amiga minha afro-americana de Nova Iorque a Portugal. Conhece-mo-nos em França durante um curso de Francês de Verão e desde ai mantivemos contacto… na altura a net ainda era muito básica e apenas conseguíamos nos contactar por e-mail.

Criamos entre nós uma grande amizade e acabei por a convidar a visitar Portugal.

Na altura vivia ainda com os meus pais e tive de ceder o meu quarto para que ela pudesse ficar mais confortável e durante a sua estadia fiquei a dormir no sofá da sala..

Nos primeiros dias passeamos muito pela minha cidade e divertimos-nos muito…a nossa amizade começava a dar espaço a um desejo de algo mais… eu nunca tinha sentido atracção ou desejo por pessoas de etnia africana, mas ao conviver com a Marion comecei a sentir um desejo que nunca haveria sentido…ela era diferente

sorridente… divertida…irreverente…e tinha uma presença de impor respeito… era alta de lábios carnudos e tinha uns seios que saltavam à vista..

Não podíamos negar que nos desejávamos e então naquela mesma noite decidi que tinha de fazer algo…despedimos-nos como habitualmente e esperei que os meus pais se deitassem…quando senti que o meu pai já ressonava então levantei-me do sofá…a excitação era tanta que tremia…em silencio e em passos leves dirigia-me pelo coredor até chegar junto da porta do meu quarto onde ela dormia…não sabia o que ela iria pensar ou se estaria a dormir ou acordada…mas não poderia mais adiar o desejo que sentia…Abri a porta devagar e entrei…ela estava deitada na cama de costas para mim e então deitei-me ao seu lado. Eu estava de boxers e ela de soutien e cuecas pretas… encostei-me a ela e comecei-a a beijar no pescoço… ela acordou ligeiramene assustada…mas quando viu que era eu correspondeu ao meu desejo… comecei então a beija-la e com a minha mão esquerda comecei a apalpar as suas grandes mamas…os mamilos começavam a notar-se por baixo do soutien e o meu pénis já estava enorme e encostava-se a ela…resolvi tira-lo fora e comecei a roça-lo entre as pernas dela….ela começou sentir o meu pénis a roçar na sua cona e eu ao mesmo tempo levantei o soutien e apalpei-lhe aquelas enormes mamas…eram tão grandes que a minha boca não conseguia nem com um terço…só os mamilos dela cabiam na minha boca… agarrei-as com as duas mãos e lambi-as o mais que pude…de repente ela virou-se e começou a fazer-me uma mamada…aqueles lábios carnudos sugavam a minha piça como nunca tinha sentido…sentia a língua dela lamber o meu piço com toda a força… ela lambia com muita força… a sua língua lambia a cabeça do piço com a ponta da língua…depois eu pedi-lhe para que metesse o meu caralho no meio das tuas grandiosas mamas…aí foi uma sensação única…eu nunca tinha sentia o meu piço tão apertado no meio de umas mamas tão grandes…(quase me venho só de relembrar tudo isto que vos escrevo)…

Depois ela tirou as cuecas dela e abriu as pernas…agarrou na minha cabeça e meteu a minha boca na cona dela…Comecei a lamber a cona dela com toda a tesão…enfiando a minha lingua dentro da cona dela e dois dedos também…metia dentro e fora, dentro e fora, sentindo aquela cona completamente quente e molhada…eu sentia o sabor da sua cona e ao mesmo tempo molhava-a com a minha saliva…lambi tudo…abri a boca de forma a meter tudo dentro dela e chupava muito…

Ela agarrava a minha cabeça para eu não sair e ao mesmo tempo mexias nas tuas mamas

apertando os seus enormes mamilos…

depois eu levantei a cabeça e peguei no meu piço e enterrei-o na cona dela que estava muito apertadinha…

Comecei a fude-la…o meu piço furava-a com toda a força e velocidade…bem como eu gosto.

As mamas abanavam por todo o lado e eu agarrei-as com as duas mãos e comecei a lambe-las…eu queria ter uma boca maior para poder meter tudo lá dentro…

Os teus mamilos estavam grandes e altos e então comecei a cuspir neles e a lamber tudo…

chupei tanto aqueles mamilos enquanto a fudia com toda a força…

Os meus testículos batiam com tanta força na sua cona que até fazia barulho…depois ela virou-se de costas e fui-lhe ao cu…

Doeu muito a entrar, mas depois deu-nos prazer… agarrava as suas mamas por trás enquanto sentia o seu cu bem apertado… ela gemia de prazer…

Eu apertava aquelas mamas com tanta força só para sentir como eram grandes e pesadas…

Depois deitei-me e ela sentou-se em cima do meu piço e fudeu-me muito bem…só a escutava dizer “fuck me nuno…fuck me”…

Eu via o meu piço a enterrar-se na sua cona enquanto ela saltava bem em cima de mim…

Depois não aguentei mais… tirei-a de cima de mim deitei-na na cama e vim-me em cima das mamas dela…foi lindo ver o contraste das esporra branca com o escuro da pele dela…

Enquanto deixava cair o meu leitinho nela esfregava a cabecinha do meu caralho nos seus bicos…deixando-os bem pegajosos…

E esta foi a minha primeira experiancia inter-racial com uma amiga americana de Nova Iorque…

Contos relacionados

A Volta Da Praia

A volta da praia Eu tinha que subir para São Paulo no domingo porque o trabalho tem que continuar. O max pediu se podia pegar uma carona comigo porque tinha acabado de saber que seu nome estava na lista de chamada para a Faculdade de Comunicações...

Fodendos Vizinhas Coroas Safadas

Fodendos vizinhas coroas safadas e gostosas . Eu me chamo Leonardo e quando isso aconteceu eu morava com minha mãe em uma cidade litoranea de santa catarina, nesta cidade moram poucas pessoas, mas no verão isto aqui lota, fica tudo cheio a populaçao...

Fantasia Erótica Realizada

Fantasia Erótica Realizada Olá,me chamo tal .Estou aqui pra contar um sonho erotico agora realizado todos os dias.Comecei minha vida sexual,perdi a virgindade com um cara  na epóca,não foi lá uma coisa muito prazerosa,mesmo eu não...

A Decisão

Meu nome é João que é claro por motivos óbvios foi alterado. Tenho 35 anos, casado, de família normal, comum, a principio como qualquer outra. Meu pai de 55 anos, minha mãe mais velha de 61 e minha irmã já casada de 39. Mamãe se chama Maria, claro...

Acho Que Sou Corno Mesmo

ACHO QUE SOU CORNO MESMO: NO MEU PRIMEIRO CONTO, CONFESSEI QUE DESCONFIAVA QUE ERA CORNO. SEGUINDO ALGUNS CONSELHOS DE AMIGOS QUE POSTARAM, COMECEI A JOGAR INDIRETAS PRA MINHA MULHER. DE TANDO EU FICAR PERGUNTANDO, E EU APROVEITAVA QUE ELA GOSTA QUE EU...

Tudo Dando Errado

Há algum tempo eu vinha sendo assediada pelo meu chefe e depois de enumeras recusas ele me despediu. No retorno para minha casa, o taxi em que eu estava colidiu, mas sem muita gravidade. Quando entrei em minha casa ouvi sussurros e ao abrir a porta do meu...



comi minha prima contos eroticoscontos eroticos de amigascontos pornoscontos fetichescontos eróticos com enteadacontos:eróticoshistoria real de incestocontos eroticos punhetacontos porno cornocontos eróticos pai e filhacontos eroticos melhorescontos de namoradoscontos curtos eroticoscontos de ninfetasconto pornorcontos eróticos cornoscontos de.incestocontos eróticos verdadeiroscasa dos contos erocontos eroticos de amorrelatos eróticos reaiscontos eróticos teensconto erotico menagecontos eroticos com vizinhasincestos contoscontos erotucoscasada no cio contoscontos eroticos negrascontos eróticos cornocontos eróticos exibicionismocontos eroticos incestoscontos eroticos lesbicoscontos eroticos japonesaencoxada no metrocontos de insestocontos eróticos incestuososcontos incestos reaismelhores contos de sexocontos eroticos safadascornos contoscontos eroticos maescontos sadomasoquistacontos encoxadascontos eroticos metrocontos de.incestocontos eroticos melhorescontos er´ticoscontos eroticos siriricaconto erocontos erotico sexocontosberoticoscontos de incesto realcontoseroricosporno contoscontos eroticos japonesacontos lésbicoscontos eroticos abusocontos eroticos comendo a maecontos eroticos swingconto erótico realcontos eróticos cucontos masturbaçãocontos eroticos irmaoscontos eróticos irmacontos eroticos de casadascontos eroticos na academiacontos eróticos mae e filhocontos eróticos femininoscontos eroticos abusadacontos de siriricacontos eroticos de mãe e filhocontos eroticos pornconto porno maes 2017contos eróticos com enteadaacervodecontosporno contos