Amor Contado Por Elas - Parte 2

Amor contado por elas – parte 2

A chuva que caia agora de leve sobre o vidro, me fazia sentir feliz, e eu tinha todos os motivos estava com ela, e como ela era perfeita como em um sonho a meia luz daquela cabana e o fogo da lareira era uma faísca se comparado à aquele que existia entre nós, sim minha flor é perfeita aos meus olhos vista de todos ângulos existentes.

Lizzi possuía feições distintas, dessas que não se vê todos os dias, sua pele sedosa como o jambo, suas curvas bem definidas, mãos macias, seios fartos……….como eram fartos, e como era bom banquetear-me entre eles, e seus lábios doces como hidro mel.

A cabana que guardava nossos primeiros momentos como amantes, era a mesma que assistia a nossa primeira cena de paixão, fogo que consumia todos os meus sentidos e forças, realmente um sentimento arrebatador.

Eu, Cilan por todas as minhas viagens, pelo mar nunca deixara escapar a oportunidades como essas, com perfeiçoes da mãe natureza, e como ela, mãe me sedia, tão de bom grado eu recebi- as, Lizzi era uma delas, e ao amanhecer o navio mais uma vez deixaria a ilha de Zaia e não saberíamos se nos veríamos de novo, então cada toque era como o ultimo e único e guardávamos em caixas dentro de nós mesmas acorrentados.

A manhã de setembro de 1976 estava melancólica, e a situação da despedida a deixava com o tom cinza escuro, e eu acostumada com essas cenas, obviamente ao raiar do dia deixara a cabana de Lizzi deixando-a para tras com uma rosa, da cor dela….jambo.

Tudo no navio era bom também, apesar de sempre se ter necessidade de atracarmos em ilhas afim de nos abastecermos com alimento, vinha, água e é claro mulheres…nosso navio corria os mares, atrás de se estudar um pouco a vida existente neles.

Minha companheira de viajem Bella, olhos mel, ela conseguia se destacar entre as outras moças da embarcação, e ao meu favor ela sentia algo por mim, e eu adorava seduzi-la com flores e poemas e claro o encontro entre olhares.

Certa noite, todos já estavam a dormir, e eu a surpreendi, com um camisola bem fina, lá estava ela, e a luz da lua fazia refletir todo seu esplendor para mim….e que visão. E que sensação era a ter em cima de meu corpo nu, e suas mãos adornando meu sexo, com tanta leveza e ao mesmo tempo, tanto fervor, eu retribuía com toques suaves e profundos em seus seios, rosto, e coxas maravilhosas, cenas vivemos, e só o luar como nosso padrinho… e no êxtase do nosso encontro, ela cavalgando em mim, seus cabelos indomados me faziam tremer de tanto prazer.

Novamente nas primeiras horas, agora pelo anuncio que iriamos parar em uma nova ilha nos fez dar as ultimas caricias. Estávamos na ilha de Gena, conhecida por seus comerciantes, e por se encontrar de tudo; parti do navio intrigada com o que ia ver naquele lugar, e será que ela iria esta lá?

Ela, Maria era bela, cantora do bar chamado La Prozas e eu não poderia perder a oportunidade de esta com ela, loira, pele branca como a neve e olhos azuis como o mar, além de belas pernas, e voz perfeita.

Vestida com um vestido vermelho, e na mão uma rosa, parti sendo guiada pelo som suave e profundo da musica entoada por Maria, e ao nos vermos o mundo parou, eu não conseguia explicar o que acontecia quando há via, eu sempre rodeada por lindas mulheres me encantara por ela, e ela insistia em se fazer distante e sem deixar seu corpo, alma e coração serem meus. Porem esta noite tinha um plano, eu estaria disposta a ser só da minha bela Maria.

Todos se despediam e essa era minha grande oportunidade, entreguei a rosa para ela, que sorriu torto retribuindo o presente inesperado. Fui direto ao ponto, agora neste momento estávamos a sós ela de costas para mim olhando da sacada da janela o mar, de longe conseguia até avistar o navio, e eu não dei por conta quando estávamos abraçadas nuas, sussurrando juras secretar de amor, isto me transmitia paz profunda, Maria dizia que sempre me quis, e tinha medo que eu não há correspondesse pois minha fama de conquistadora corria pelas ilhas.

Em uma cama eu estava com Maria, beijando a das pontas de seus pés aos fios de seus lindos cabelos loiros que cobriam seus seios, de leve os retirei, e beijei cada um deles, tocando os fazendo com ela tremesse, e me quisesse cada vez mais, adoraria esta com Maria para sempre, mais seria muito egoísmo pedi para que ela largasse sua vida, e viesse comigo na jornada no navio entre os mares, como seria bom, tê-la perto, minha amada agora que há tinha conquistado não queria despedidas nem espaços entre a gente, seu hálito doce, e voz suave me acordava com uma linda canção que dizia:

? Meu lindo sonho,

Meu perfeito amor, agora que estais aqui me deixe ir junto com o seu coração,

Por onde ele corra, eu quero esta com ele…?

Esta era sem duvida a melhor hora, e palavras que eu ouviria na vida, agradeci Maria com todo o meu amor, pois vivemos a partir dali pela existência dele.

Contos relacionados

Melhor Conquista De Sempre

O conto que tenho para vos contar aconteceu à algum tempo. Foi entre mim e uma colega da faculdade. Ela era a rapariga/mulher mais espantosa que alguma vez já conheci. Tinha tudo aquilo que eu desejava numa mulher. Não só a beleza que se adaptava na...

Mamando Gostoso

Estou aqui para dizer que minha fantasia e poder mamar em uma mulher casada. desde novinho sempre tive a fantasia de poder mamar ( mamar mesmo feito um bezerrinho) em uma mulher casada. poder deitar em seu colo ela tirar os seios de fora e por em minha boca,...

Fodendo Mãe E Filha

Fodendo mãe e filha Depois de um longo inverno, cá estou de volta para narrar as minhas aventuras ao longo de minha vida. Se não posto muitos contos é porquê, além de serem verdadeiros, não é sempre que se apresenta uma história digna de ser...

Colega Me Comeu

    Essa experiencia ocorreu a uns 3 anos, quando tinha 15 anos. Eu tinha altura normal, um corpo um pouco definido e meu colega era alto e com corpo bem definido. Eu sempre tive vontade de experimentar alguma coisa nova, adoro ver videos de travestis e...

A Domicilio?

Faço de tudo um pouco e aproveitando a idéia do marido de aluguel, iniciei a minha pequena empresa. Agradar ao cliente é primordial para uma boa indicação e de boca em boca eu vou fazendo um serviçinho aqui e outro ali. Meu telefone tocou, a senhora...

Sergio E Eu

Oi, eu sou Paulo e sempre quis contar minhas experiencias, sou casado tenho filhos e gosto de aventuras, sempre tive transas com homens e sempre preferi os mais velhos, desta vez conhecia o Sergio a uns 2 anos, nos conhecemos numa sala de bate papo e...



conto erotico metroconto erótico alunacontos eroticos sensuaiscontos fetichecontos eróticos familiacontos eroticos em familiacomendo a prima contocontos eroticos flagracontos de mulher casadaconto sadocontos eróticos amamentaçãocontos eroticos com enteadasconto erotico tiacontopornodei o cuzinhocontos de punhetacontos troca de casaisconto erotico mae e filhocontos eróticos surubacontos eroticos swingcontoetoticosadomasoquismo contosconto travestihistória eróticoscontos eróticos vizinhacontoeróticoconto erotico sadoconto heroticocontoerotico incestoconto pornôcontos de incesto realcontos eroticos fantasiassite contos eroticoscontos eroticos de cornoscontos femininos eroticosconto erótico de incestocontos de sexo explícitocontos eroticos dei pro meu paicontos eroticos onibus lotadocontos eróticos romanticoscontos eroticos freirascontos eróticos lésbicoconto eriticoscontos eroticos com a tiacontos eroticos brasileiroscontos eroticos brasileiroscontos eroticos professoraconto insestocontos eróticos proibidoscontos eroticos de zoocontos eroticos de esposascontos de punhetacontos eroticos na academiacontos virgemmeu primo me comeu a forçaconto pornocontoeroticoscontos eróticos irmãcontos eroyicosconto erotico de incestocontos eroticos escolacontos eróticoslésbicascontos eróticos dpcontos de insestotia contoscontos eroticos sadomasoquistaconto erotico para mulherescontos eróticos sobrinhoconto erotico irmaincesto casa dos contoscontos de incesto maecontos eroticos primosconto erotico surubacontos eroticos lesbicorelatos eroticos reais