Guerra De Bucetas

Gisele olhava para as coxas de Mayara e mordia os lábios. Transito estava ruim naquela tarde de sexta feira, um sol escaldante, e Mayara naquela minissaia provocante. 

Foi assim também na reunião de ontem. Mayara era consultora. Estava naquela cidade para tratar de negócios com a empresa de Gisele. 

Gisele mordia os lábios e discretamente passava os olhos pelos seios e pernas da outra. Sua xana estava ficando molhadinha. Ideias malucas transbordaram em sua mente, maliciosamente. Quando o sinal abriu, Gisele mudou o destino e seguiu para uma praia deserta. 

– Que merda é esta?! ? Mayara estava confusa. Tinha que pegar o avião daqui uma hora.

Gisele não respondeu. Tirou a roupa e veio para cima de Mayara, lasciva e dominadora.

– Não estou gostando desta brincadeira Gisele. Para com isso. Era para você me levar para o aeroporto sua vagabunda.

Gisele rasgou a blusinha bege da outra, libertando os seios rosados. Levou um tapa na cara. Não se intimidou. Aquilo era confuso para ela também. Mas era sua única oportunidade.

– Eu vou ligar para a policia ? disse Mayara tentando abrir a porta do carro.

– Você não vai a lugar nenhum ? Gisele a segurou pelo braço e trouxe a outra para perto de si.

– Gisele, você esta ficando maluca. Onde está seu profissionalismo? Conheci você ontem, não rola este tipo de coisa. Tenho marido. Ele está me esperando. Eu vim a trabalho. 

– Ele espera mais um pouco ? roubou um beijo da outra.

Os lábios de Mayara eram doces como cereja. Gisele sonhou com aquilo. A desejou desde o primeiro momento. ?Foda-se oque vão pensar?. Mas a outra era rebelde. Lutou contra seus beijos, mas Gisele a tinha em seus braços, apertando os seios. Por um tempo as línguas se tocaram, molhadas, lascivas.

– Isto não é certo é disse Mayara é eu não posso fazer isso.

Colocou um pé para fora do carro e saiu. Mas para onde iria. Gisele a impediu antes que pudesse caminhar mais do que dez metros. Beijaram-se. Mayara tentou escapar, gritou, mas Gisele era mais forte. Gisele levantou a saia de Mayara e beijou sua boceta. Quase ganhou uma joelhada. Levantou-se. Puxou os cabelos loiros de Mayara.

– Vou fazer você esquecer ãele?.

– Duvido.

Gisele roubou outro beijo e pôs a outra para dentro do carro. Beijaram-se como duas selvagens no cio. Mayara mordia os seus lábios. Parecia faminta. O coração da outra estava disparado. Ela estava se entregando. Mas ao mesmo tempo lutava para fugir. ãeu sei que você me quer?. A saia de Mayara estava levantada. Dentro do carro. Esfregaram boceta contra boceta. Estava apertado. Estava quente. O suor escorria. Mas a loucura não parava. Gisele estava por cima, esfregando a boceta na da outra. Pulando, friccionando, gemendo, gritando. Mayara estava confusa, gemendo, chorando. Um misto de dor e alegria. Gisele não sabia dizer. Boceta sob buceta. Boca grudada na boca.

– Vou me arrepender disso – disse Mayara.

– Vou te deixar louca antes.

No capô do carro, gelado, se beijando. Gisele por cima chupando a boceta de Mayara. Duas loucas almas sozinhas num lugar deserto. Apenas a brisa do mar, o som das ondas quebrando. Dentro do porta malas, espaçoso. Esfregando boceta contra boceta. Olhos verdes fixos nos olhos amendoados. Beijos molhados. Bocetas molhadas, se esfregando, brigando. Gemidos estalados. Ninguém para ouvi-las. Quadris rápidos, dançando, bocetas inchadas justando-se. Uma guerra de bocetas. Uma batalha sem vencedores ou perdedoras. Seios pulando, corações pulsando. O prazer chagando. Gozaram. Beijaram-se e deleitaram-se. Foi à última vez que se viram. 

Contos relacionados

A Outra Eu, Luana: Como Tudo Começou

A outra eu, Luana: como tudo começou Há acontecimentos em nossa vida que jamais se esquece. O que contarei em meus relatos são alguns desses acontecimentos, e sempre que me lembro dessas histárias, fico tío excitada que sou levada a me...

Eu Ii Meu Primo

Bom eraa numa sexta feira a noitte ,eu estava vendo tv quando escuto a companhia tocar..fui ver quem era. Quando vejo meu primo jaa estava em casa sentado ,disse qui viu uma mina gostoza na rua ..ele mim contou os detalhes .. E mim deichou de pau duro..ele...

Segunda Feira Boa

Segunda Feira Boa Olá gente!Esse é meu primeiro conto, na verdade não é um conto, é um relato do que aconteceu comigo ontem!Meu nome é Anne, sou bem branquinha, de olhos castanhos bem claros, cabelos pretos, tenho 1,69 de altura e peso 68 kg ...

Gosto De Gozar Na Pica Do Meu Irmão Gêmeo

Gosto de gozar na pica do meu irmão gêmeo Meu nome é Nádia. Há 6 meses estou casada com o Bonfim, representante comercial, que só vive no interior trabalhando. Meu pai já havia feito uma casa de dois quartos nos fundos do lote em que moram....

Meu Primeiro Anal Com Minha Esposa

Oi, meu nome é João e o que eu irei lhes contar agora  foi o primeiro passo para um relacionamento delicioso entre mim e minha esposa. Quando eu e Maria na época minha namorada decidimos ficar noivos eu sentei com ela e falei sobre mim, sobre meus desejos...

Titio Tarado

Quando minha mãe separou de meu pai fomos morar com minha tia, eu tinha dezoito anos, e sempre fui a casa da minha tia então me dava muito bem com todos. Meu tio era muito legal comigo,um belo dia minha tia teve que ir trabalhar a noite e minha mãe estava...


Online porn video at mobile phone


comendo a tia contoscontos incestoscontos ponocontos eróticos cucontos eroticos siriricacontos eróticos irmãcontos eroticos irmazinhaconto erotico de cunhadacontos eroticos bizarroscontos e fetichescontos eroticos na infanciaconto siriricacontos textoncontos porno reaiscontos reais de incestodeu pro cunhadoconto cuzinhomeus fetiches contosputas jacareicontos eroticos pra gozarcontos eroticos de casaiscontos eroticos de sadomasoquismocontos eróticos incestosite contos eroticosdei meu cucontos de scatcasadocontoeroticocontos eróticos sobrinhosogra contocontos eroticos com cavaloconto erotico no tremconto virgemcontos eróticos encoxadascontos eróticos troca de casaiscontos lesbicosconto erotico encoxadacontos analcontos eroticos putascontos eroticos lesbicoconto erotico tiacontos eroticos exibicionismocontos eroticos lesbicosperdendo a virgindade contodepoimentos eroticosconto erótico de incestocontos eroticos comendo a tiacontos eroticos alunacontos eróticos exibicionismocontos eroticos de adolecentesfetiches eroticosconto erotico menageconto erotico com a maecontos eroticos comendo a vizinhaestorias pornoscontos eroticos 11contos erotricoscontos eroticos comendo a vizinhacontis eroticocontos incestos reaisconto erotico massagemcontos de sacanagemcontos eróticos mais lidoscontos eróticos primeira vezcontos eroticos com a irmacontos eroticos de masturbacaoconto erotico acampamentoconto erótico curtocontos eroticos com cavalocontos de inversãocontos eroticos de crentecontos eroticos fetichecontos eróticos tiacontos eroticos .historias de sexo incestocontos tiadei o cuzinhocontos eróticos insestocontos eroticos de insestocomi minha filha contossexo em familia contoscontos eroticos encoxadas